10 automóveis que marcam a diferença!

Quando falamos de paixão automóvel, não há uma, mas várias paixões automóveis. Um conceito único de um lado, sensações fortes de outro, para não falar no prazer da condução ao ar livre. Hoje no mundo sobre rodas selecionamos 10 carros que se destacam no mercado e que à sua maneira marcam a diferença.

Os prazeres simples da vida

Um simples gancho central para destravar e, com um pequeno movimento para trás, a capota pode ser aberta em apenas 5 segundos. Existe uma maneira mais deliciosa de ter um sorriso rasgado enquanto conduz? Certamente que não. E tudo isto sem se arruinar, desde que a Mazda assumiu em 1989 a receita do pequeno Roadster inglês.

Quando falamos de automóveis sem rivais o mx-5 é sem dúvida o primeiro que me vem à cabeça. Uma máquina de sensações por um preço a rondar os 30000 euros, os poucos concorrentes existentes reivindicam um preço superior de pelo menos 50%.

A Mazda prepara-se para lançar uma geração 2022 do Mazda MX-5 que se destaca por melhorias no comportamento e pelos novos e vistosos acabamentos, enaltecendo o premiado design do icónico roadster de dois lugares. É o mais recente esforço da Mazda no aperfeiçoamento de um produto que há mais de três décadas envolve os condutores, pela resposta directa, pelo manuseamento ultra preciso da caixa, pela configuração perfeitamente equilibrada de um motor dianteiro e de uma tracção traseira, ou ainda pelos confortáveis interiores, recursos que colocam o condutor em sintonia com o seu automóvel.

A Mazda criou assim, exclusivamente para o MX-5 o Kinematic Posture Control (KPC), uma nova tecnologia que reconhece a diferença de velocidades entre as rodas traseiras em curvas, aplicando ligeiramente os travões na roda interior. Esta solução impede a elevação do conjunto, ao melhorar as características da suspensão traseira multi-link do MX-5 e suprimindo o rolamento da carroçaria. Em suma, o KPC estabiliza o automóvel, especialmente durante curvas mais exigentes, e melhora assim a ligação Jinba Ittai tão cara à marca nipónica.

Charme intemporal

Numa altura em que a caça às emissões poluentes impõem linhas aerodinâmicas eficientes, o pequeno roadster inglês parece vindo de outro planeta com o seu estilo a relembrar os anos 30. Impossível resistir ao charme deste Morgan Plus Six, sobretudo quando este se vê despido da capota e das suas meias portas, transformando-se num verdadeiro roadster.

Faróis redondos alojados na extremidade do longo capô, cercado por elegantes cavas das rodas, adicionam-se ainda uma série de pequenos detalhes que nos fazem regressar ao passado, como é o caso dos espelhos retrovisores exteriores ajustáveis à mão. Mas este Morgan Plus Six não está aqui para nos mimar, como nos confirma a sua condução exigente. Apesar de um moderno chassis, a direção e a motricidade são perfectíveis e o motor seis cilindros fornecido pela BMW de 340 cv impõe-nos uma condução “sem filtros”, o que sem dúvida agradará os mais temerários.

Condução viciante

Quando praticamente todos os construtores desistem dos pequenos desportivos para fazer face ás normas anti-poluição. Eis que um construtor oferece resistência, é ele a Toyota. A Toyota? esperem lá…O campeão de vendas dos veículos híbridos e o pioneiro nos automóveis movidos a hidrogénio? Mas o que é que se passou lá para os lados da Toyota para lançar uma maquina destas. Uma rebelião dos engenheiros japoneses?

A Toyota pegou no plácido Yaris e transformou-o no Ùltimo Samurai dos Pocket Rocket. Ao lançar o GR Yaris, a marca nipónica prepara a base técnica a utilizar no seu próximo carro presente no WRC. O desenvolvimento do GR Yaris contou com a participação da Tommi Mäkinen Racing – a empresa responsável pelo programa de ralis da Toyota.

A produção está a cargo do Departamento Gazoo Racing em Motomachi no Japão, onde uma grande parte dos processos de fabricação são manuais. Agora a parte mais difícil, os preços desta máquina a sensações começam nos 42000 euros.

O último aventureiro

O Suzuki Jimny, nasceu em 1970 e chamava-se LJ 10 (LJ – Light Jeep). Este minúsculo jipe foi desenvolvido para se incorporar na categoria dos Kei Car e beneficiar de vantagens fiscais no Japão. O que lhe permitiu um enorme sucesso no mercado domestico, chegando mesmo a ser exportado para os EUA.

E desde então a receita continua. Um estilo simpático e capacidades fora de estrada incríveis, pois dadas as suas pequenas dimensões o Jimny consegue passar praticamente em todo o lado. Com tal relação preço/sensações, o sucesso foi imediato, surpreendendo todos, principalmente a Suzuki. Obrigando os compradores a esperar quase um ano para receber seu Jimny, o que é pior que na Ferrari. Chegando ao ponto de haver Jimny usados a atingirem preços superiores ao de veículos novos.

Apesar deste incrível sucesso, o Jimny viu-se obrigado a abandonar o mercado europeu, Pois estes todo-o-terreno são os primeiros a sofrer as consequências das normas de emissões, que se traduzem num importante aumento dos impostos. Assim sendo, o Suzuki Jimny na sua versão 2021, vai perder os dois lugares traseiros para assim se transformar num veículo comercial, sujeito a taxas mais favoráveis.

A velha guarda

Como ele, contam-se pelos dedos de uma mão no mercado atual. O Ford Mustang encarna não só o sonho americano, como é dos poucos no mercado dotado de um bom velho motor atmosférico. E não é um motor qualquer, trata-se de um V8 com 5 litros de cilindrada como só o “Tio Sam” sabe fazer.

Primeira geração a ser oficialmente importada na Europa, este Mustang disponível em coupé e em descapotável é já um collector.

O fim de um mito

Desde o seu lançamento em 1998 e as suas três gerações, o Audi TT tem sido acima de tudo um culto ao design. Subtilmente modernizado ao longo da sua existência, o desenho deste coupé permanece reconhecível entre todos.

Construído com base na plataforma do Volkswagen Golf, o Audi TT é um dos últimos coupés propostos no mercado. Sem ser um desportivo puro e duro, o TT está dotado de eficazes motorizações. A começar pelo 2.0 turbo de 197 a 245 cv, segue-se o TTS com direito a 320 cv e isto não é nada comparado aos TT RS que beneficia do da fabulosa musicalidade do motor 5 cilindros de 400 cv, um motor único no mercado.

O Audi TT apresenta-se como uma opção a não desperdiçar pois os seus dias estão contados, o que já foi confirmado pela marca. O Audi TT não terá sucessor.

Dança com as curvas

O A110 é sem dúvida o casamento perfeito de uma bailarina e de um sprinter. Um agilidade incrível para abordar as curvas mais difíceis, seguidas de acelerações dignas de um leopardo, tudo isto com menos de 300 cv. Qual é o seu segredo? Pouco mais de 1100 quilos e uma série de opções técnicas que vão um pouco contra a corrente dos desportivos atuais, fazem do Alpine A110 um automóvel capaz de surpreender desportivos com o dobro da potência.

Mas para além das sua excelentes prestações, é sobretudo a sua docilidade e conforto que impressionam. Ao volante do A110 a estrada nunca é aborrecida e a cidade assim como a autoestrada estão longe de ser um castigo.

Bella Macchina

Um longo capô, um perfil com as ancas marcadas, sem esquecer a inevitável grelha frontal da casa, o Alfa romeo Giulia é um daqueles carros que se destacam no trânsito. A sua ficha técnica agradará igualmente os entusiastas da condução, uma vez que este sedã marcou o reencontro entre a tração traseira e o construtor italiano.

Era portanto , legítimo que seu nome de batismo fosse o mesmo de um dos seus famosos antepassados, o famoso Giulia, que carregou a bandeira italiana bem alto na década de 1960 contra a BMW e os outros concorrentes.

Utilizando uma plataforma específica, a condução do Giulia encanta assim que percorremos os primeiros metros, honrando o espírito desportivo da marca transalpina. O suficiente para explorar sem restrições os vigorosos 280 cv do 2.0 turbo, que é sem dúvida o motor mais homogéneo da gama. Para os mais desportistas, a versão Quadrifoglio equipada com o V6 biturbo de 510 cv será a opção a ter em conta.

Apesar do seu carácter assumidamente desportivo, este Giulia não esquece a família, oferecendo o conforto necessário para transportar o agregado familiar em segurança. Tendo para isso recebido em opção vários sistemas de ajuda à condução. O que desaconselho pois quando escolhemos um carro como o Alfa Romeo Giulia é bem para conduzir, não?

Pimenta Ibérica

Propor séries especiais aos seus clientes é uma prática comum, mas poucos são os construtores que propõem um produto realmente à parte do que existe na sua gama, é o caso da jovem marca espanhola Cupra. O Formentor VZ5 pertence a esta categoria, nem tanto porque a sua produção mundial não excederá as 7000 unidades, mas sim porque recorre a um bloco motor especial. O famoso 5 cilindros da Audi, o que o torna muito mais irrequieto que os demais Cupra Formentor.

Altamente eficaz o SUV espanhol até é discreto, à exceção das saídas de escape pintadas de bronze, as jantes específicas e algumas aplicações em fira de carbono. O que não impede a jovem marca de propor um dos SUV mais emocionantes do mercado.

O elemento inesperado

Esta é sem dúvida a surpresa desta seleção. Um Dacia que se destaca no mercado? No entanto se analisarmos ao pormenor as vendas de automóveis na Europa, o campeão de vendas chama-se Dacia Sandero. Este é desde 2017 o detentor do “título” de automóvel mais vendido a clientes particulares na Europa.

O Dacia apresenta-se mais moderno com nova abertura da bagageira e novos puxadores de porta.

Não é de estranhar que a Dacia tenha novamente apostado forte nesta terceira geração do Sandero. O novo Sandero vai utilizar uma nova plataforma, a mesma do Clio e do Captur deixando assim de utilizar uma plataforma requentada e desatualizada do grupo Renault. Com todas as vantagens que isso acarreta.

Não tenho qualquer dúvida que esta nova geração do Sandero vai ser um sucesso de vendas. Apesar de para já não estarem previstas versões híbridas ou Híbrid plug-in para ão encarecer o produto final. Quanto a uma versão 100% elétrica também não está prevista, estando esse papel reservado ao modelo específico Dacia Spring.

Vive a Tua Paixão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s