Opel Astra : O Kadett dos tempos modernos?

O Opel Astra renovou-se e, tal como acontece com cada uma das suas últimas novidades, esta criação da marca alemã muda tudo no seu design. O período General Motors da marca alemã está definitivamente ultrapassado, e este Astra surge como uma novidade por direito próprio, afirmando a sua veia germânica… ao mesmo tempo que tira partido das tecnologias mais recentes do grupo Stellantis.

Opel Astra L 2021 Officiel 7

De acordo com uma longa tradição da Opel, as gerações de modelos recebem uma letra maiúscula para serem distinguidas umas das outras. E se o Astra está apenas na sua sexta geração, não estamos falando do Astra F, mas sim do Astra L, uma vez que incorpora a herança do Kadett.

A Opel foi o primeiro construtor alemão a colocar no mercado um modelo familiar compacto, tornando-se assim uma referência na categoria. O segredo para tal sucesso, foi nunca dormir sobre os louros. Cada nova geração trouxe mais inovações, tais como o motor de quatro cilindros refrigerado a água do Kadett A (1962), a carroçaria altamente aerodinâmica do Kadett E (1984) ou os faróis adaptativos AFL do Astra H (2004).

Agora, a história repete-se. O Opel Astra L será tecnicamente próximo dos Peugeot 308 e DS 4 — herdando destes a mais recente evolução da EMP2 — e será o último com motores a gasolina/Diesel. Outra das grandes novidades são as motorizações híbridas plug-in, que este modelo compacto da marca alemã nunca teve e marca assim o inicio da sua eletrificação.

Um design arrojado

É preciso dizer que a geração atual, embora eleita o Carro do Ano 2016, tinha um design que não apelava assim tanto aos sentidos – apesar de muito competente. O que levou a marca germânica a uma mudança profunda.

O primeiro passo para conseguir isso é o design, um dos primeiros motivos para a compra de um automóvel. O do Astra L retoma os princípios do conceito GT Xperimental, já introduzido no Mokka e nos restylings dos SUVs Crossland e Grandland, com uma grande grelha transversal preta a unir as ópticas, chamada “Vizor”.

Assim o novo Astra adopta um design arrojado, com linhas puras e afirmadas dando-lhe um ar mais dinâmico. Quando se olha para este novo astra, percebe-se claramente a intenção de voltar ás origens da marca, com a frente a relembrar o Opel Manta, ou ainda, o pilar traseiro a evocar o Opel Kadett.

Melhor, dá a sensação que ao projetarem esta nova geração os designers tiveram total liberdade para fazer exatamente o que queriam. É de louvar o trabalho da Stellantis ao manter a imagem distinctiva de cada marca apesar de partilharem as mesmas plataformas, tornando-as complementares.

O ínicio da eletrificação

Quanto a motores, o Astra L propõe os habituais PureTech a gasolina de 110 a 130 cv e o 1.5 BlueHDI nas propostas a gasóleo com 130 cv. A grande novidade da Opel em termos de eficiência energética está, naturalmente, centrada nos híbridos plug-in. Estes juntam o conhecido motor de 1.6 l turbo de 150 cv ou 180 cv e 250 Nm a um motor elétrico no eixo dianteiro, com potência de 110 cv e binário de 320 Nm, para dois níveis de rendimento máximo combinado : 180 cv e 225 cv. Podendo o Astra vir a receber uma versão híbrida plug-in de 300 cv e tração às quatro rodas, tal como alguns modelos do grupo.

Confirmado está também o fato de esta ser a ultima geração equipada com motores a combustão, depois de a Opel ter anunciado a sua intenção de fabricar apenas automóveis 100% eletricos a partir de 2028.

Pronto para as “Autobahn”

Símbolo da preservação do espirito germânico, o Astra promete ser à prova de autobahn, ou seja, estável em altas velocidades graças a uma suspensão de braço McPherson na frente, barra de torção na parte traseira e com rigidez de torção 14% maior em comparação com o Astra K. Da mesma forma, o sistema de travagem foi otimizado para oferecer desacelerações claras, mantendo a estabilidade em curvas e linhas retas.

A iluminação LED Intelli-Lux foi projetada com o mesmo princípio, a fim de ver o melhor possível ao conduzir a velocidade elevada. O seu feixe adapta-se em alguns milissegundos para não deslumbrar os outros usuários, cada módulo de LED sendo capaz de desligar e ligar uma vez que outros veículos são detetados.

Também a bordo, onde os assentos do Astra L escolhidos pela Opel são certificados pela AGR, associação alemã comprometida com o conforto das costas, e localizados 12 mm abaixo do Astra K. Estes assentos podem ser ajustados. ventilado, massageando e aquecendo na frente e atrás (somente com acabamento em couro napa), ou forrado com Alcântara.

O novo Opel Astra estará disponível para pré-reserva este outono, estando a sua comercialização prevista para o início do próximo ano.

Vive a tua paixão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s