FNM Onça – O Alfa Brasileiro?

Para permitir a industrialização do país,o governo brasileiro cria em 1942 a Fábrica Nacional de Motores (FNM). Depois de se iniciar na produção de motores de aviões, passando por camiões da Alfa Romeo decide lançar-se na produção de um automóvel de cariz desportivo – o FNM Onça. Conhecido também como o “Mustang Brasileiro” este veria as suas chances negadas pelos italianos da Alfa Romeo.

No início dos anos 40 o governo brasileiro inicia um programa de industrialização do país. Para isso foi criada a FNM (Fábrica Nacional de Motores) em 1942. Instalada no Rio de Janeiro a fábrica começou por produzir motores de avião da marca Wright-Cyclone, mas estes rapidamente se tornaram obsoletos de forma que a sua capacidade produtiva teve de ser aproveitada de outras formas, desde: bicicletas, frigoríficos e material ferroviário.

A partir de 1949, encontra um novo parceiro. Desta vez vai dedicar-se à produção de camiões da marca Isotta-Fraschini. Mas depois de produzidas cerca de 200 unidades a marca Isotta faliu, o que deixa a FNM em maus lençóis pelo que se torna urgente encontrar um novo parceiro. Será com a Alfa Romeo que os brasileiros chegarão a acordo para a produção dos seus veículos pesados (atividade menos conhecida em Portugal).

Depois de alguns anos a produzir camiões e chassis de autocarros da marca italiana, a FNM com o apoio da Alfa Romeo abre uma nova linha de montagem dedicada aos automóveis. O primeiro modelo produzido será o FNM JK 2000, JK em homenagem ao presidente brasileiro Juscelino Kubitschek. Com o golpe de estado de 1964, esta cópia do Alfa Romeo 2000 perderá a designação JK para ser apenas FNM 2000.

Os clientes abastados brasileiros são grandes adeptos de veículos desportivos, nomeadamente coupés, pelo que a FNM vai tentar convencer o seu parceiro italiano a produzir uma versão coupé do FNM 2000 de 4 lugares, mas sem sucesso.

Insistindo na vontade de produzir o seu próprio modelo, os dirigentes brasileiros vão contactar Genaro “Rino” Malzoni conhecido pelas suas carroçarias em fibra de vidro com base nos automóveis DKW, para que este desenvolva o novo modelo.

A primeira proposta de Malzoni recusada pelos dirigentes da FNM.

É na Feira Brasileira do Atlântico, no Rio de Janeiro que Malzoni apresenta a sua primeira proposta, chamando o protótipo de Onça. Este por sua vez não foi aceite, obrigando Malzoni a recomeçar de novo.

No ano seguinte volta ao ataque com um novo protótipo fortemente inspirado no recente Ford Mustang. Com base no FNM 2000 TiMB (Turismo Internazionale Modello Brazil) cujo o chassis é mais curto de 22cm, este mantém o perfil do Mustang enquanto a frente mantinha o estilo característico da Alfa Romeo. O FNM Onça recuperaria o motor com 2000 cm3 de cilindrada com a potência de 115 cv.

Seduzidos pela proposta, os dirigentes da Fábrica Nacional de Motores assinam de imediato um contrato com Malzoni para poderem começar rapidamente a sua produção.

Este seria o logótipo escolhido para a grelha frontal.

Mas isto era sem contar com os italianos que quando souberam não gostaram nada da ideia e quiseram de imediato vetar o projeto. Mas para não criar atritos com o seu parceiro brasileiro preferiram gerir o problema de forma diferente, pedindo-lhes que enviassem um exemplar para ser analisado pelos seus engenheiros para futura aprovação.

Como seria de esperar atrasaram o projeto como puderam para no fim impor uma série de alterações para a validação do projeto. Face a tais imposições a FNM acabou por desistir.

Acabaram assim por serem produzidos apenas 5 FNM Onça dos quais apenas existem 3 sobreviventes. Apesar dos esforços por parte da Fábrica Nacional de Motores, o FNM 2000 não é um sucesso de vendas, pelo que começam a surgir os problemas financeiros e a empresa é salva pela Alfa Romeo que aproveita a oportunidade de entrar no mercado brasileiro sem grandes custos.

Vive a Tua Paixão!

2 thoughts on “FNM Onça – O Alfa Brasileiro?

Deixe uma Resposta para Mário Correia Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s