Tudo o que precisas sobre os Híbridos “ plug-in”.

Tal como o automóvel ” full hybrid “, o híbrido recarregável também chamado “plug-in Hybrid” ou “PHEV” utiliza dois motores: um de combustão e um elétrico. O sistema ” plug-in hybrid ” acrescenta a possibilidade de recarregar a bateria através de uma tomada externa e permite conduzir em modo elétrico durante algumas dezenas de quilómetros. 

Funcionamento do “plug-in hybrid”

Querendo combinar o melhor da tecnologia híbrida com a elétrica, os construtores apostaram no automóvel híbrido recarregável, que permite de circular a velocidades elevadas durante maiores distâncias em modo 100% elétrico. A partir de um simples comando, o condutor poderá selecionar o modo de condução que deseja.

Dependendo dos modelos, as baterias dos automóveis híbridos recarregáveis têm uma capacidade 7 a 13 vezes superior às dos híbridos clássicos, o que lhes permite circular em média 50 quilómetros em modo elétrico á mesma velocidade de um automóvel com motor térmico. Para além da recuperação da energia cinética durante as travagens e desacelerações, as baterias oferecem a possibilidade de serem recarregadas numa tomada elétrica doméstica em três a quatro horas para a maior parte dos modelos.

1EF83ED7-6702-47CD-B848-4AA6D8673579

A tecnologia ” plug-in hybrid ” é privilegiada por alguns construtores a fim de iniciar uma transição para veículos amigos do ambiente. Como é o o caso do grupo PSA que tem vários modelos previstos nos próximos anos, como o DS7 Crossback E-tense por exemplo.

Existem várias configurações de transmissão e disposição dos motores. Por um lado, temos por exemplo o Opel Ampera , que foi um dos primeiros a utilizar esta tecnologia, em que o motor térmico é utilizado apenas como gerador de eletricidade, cabendo ao motor elétrico a propulsão do automóvel. Por outro lado, temos por exemplo o Hyundai Ionic plug-in hybrid, em que o motor térmico e o motor elétrico estão alinhados para pôr o automóvel em andamento.

Sendo uma tecnologia relativamente recente, os híbridos recarregáveis têm um preço ainda elevado. Enquanto o Toyota Prius é proposto a cerca de 32000 € , o Toyota Prius plug-in é proposto a cerca de 41000€, o que pode desincentivar a sua compra.

Vantagens do híbrido recarregável

  • Autonomia suficiente para efetuar os trajetos do quotidiano em 100% elétrico
  • Redução dos consumos de combustível
  • Conforto de condução de um automóvel elétrico

Desvantagens do híbrido recarregável

  • A principal desvantagem é o seu preço
  • Uma tecnologia algo complexa, o que poderá aumentar os custos de manutenção
  • Durante as viagens em auto-estrada a velocidades elevadas, o motor elétrico nalguns casos é pouco utilizado representando um aumento de peso e consequentemente de combustível.

3 thoughts on “Tudo o que precisas sobre os Híbridos “ plug-in”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s